Nova Planilha Orçamentária

A partir de agora, ao preencher a planilha orçamentária, o proponente deverá ajustar os custos vinculados. Na versão anterior, esses custos eram calculados automaticamente pelo Salic, atendendo a um percentual máximo estabelecido em normativo. A novidade é a permissão para o proponente definir um percentual até o limite máximo estabelecido em normativo. Nessa etapa é importante lembrar que, após a aprovação do projeto, esses custos não poderão ser alterados.

Ao dar continuidade ao cadastro do orçamento, o proponente deverá indicar as fontes de pagamento dos itens orçamentários, o que poderá também ser realizado na fase de execução. A novidade está em registrar mais de uma vez os referidos itens para os pagamentos com fontes de recursos diferentes.

Outra facilidade disponibilizada é a replicação de itens orçamentários em várias cidades com apenas um lançamento, visando a agilidade e redução de esforços no cadastramento do orçamento do projeto.