Rouanet Bot

Chatbot Rouana – versão αlpha

A chatbot Rouana é a assistente virtual em desenvolvimento pelo MinC para interagir com os usuários (produtores culturais e outros) de forma simplificada e assim apoiá-los no entendimento da Lei Rouanet e no uso da plataforma SALIC, onde são administrados os projetos culturais.

Esta 1ª versão se utiliza de técnicas simples de Aprendizagem de Máquina alimentada (treinada) com as perguntas e respostas contidas no FAQ do portal da Lei Rouanet.

Interagindo com ela…

No canto inferior direito desta página abra a janela de chat e siga as instruções para iniciar. Em seguida faça pergutas!! Ex.:

 

  • Qual é o valor máximo por projeto?
  • Qual é o teto máximo para os cachês artísticos?
  • Como posso usar a Conta Vinculada?
  • Quanto posso cobrar pela venda dos ingressos?
  • Posso transferir recursos para outro projeto?
  • Tenho experiência, mas não é nos últimos 24 meses, e agora?

Próximos passos:

  • Treiná-la para responder perguntas básicas, por exemplo:
    • O que é Lei Rouanet?
    • Posso submeter mais de um projeto?
    • Em quanto tempo meu projeto é avaliado?
  • Possibilitar memorização de contexto e decisões em árvore
  • Interatividade customizada para usuários autenticados

 

Obs. tecnológicas e restrições:
O Rocket Chat e no Hubot-Natural foram as tecnologias base para o desenvolvimento da nova ferramenta.
O Bot atualmente possui uma base restrita de conversação e está treinado apenas com o FAQ antigo da Lei Rouanet. Essa é apenas a versão inicial. A ideia é que a bot tenha um evolução constante através da incorporação de novas bases (corpus) de conhecimentos e estudos de User Experiencie (UX), que irão contribuir para refinar a interatividade com os usuários. Foi constatada uma limitação tecnológica no uso de acentuação nos textos de aprendizagem. Se nas perguntas for utilizado “assessoria advocatícia” o resultado será correto, pois a chatbot foi treinada com a palavra acentuada, mas nesse caso, devido ao conflito de acentuação, ela não consegue reconhecer “advogados” como semelhante à advocatícia….um pouco mais sobre o projeto aqui neste link!